Vejo você em Curitiba

Queria te ver por aí
Pedalando nas ruas de capacete
Correndo no Jardim Botânico
Tomando uma na Trajano.

Queria te ver
Explicando o que eu não sei
Distraído, sorrindo
Sendo você.

Queria ouvir você
falando da família
sobre os tios e tias
televisão e cozinha.

Queria mais de você
uma, duas, três doses
até me entorpecer.

Ainda te espero
Naquela promessa de sempre
Tomar uma cerveja artesanal
lá nos bares da Vicente.

Publicado por Daniela Farah

Poetisa, escritora, jornalista, observadora da sociedade, pensadora da vida e curiosa. Fiz minha primeira poesia aos oito anos e desde então nunca mais parei de escrever. Ainda criança gostava de contar histórias sobre coisas da minha vida que nunca tinham acontecido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: