Categorias
Sexta dos Amigos

Sexta dos Amigos – Liberdade Escrita

Já que sexta-feira é o dia internacional de encontrar os amigos, a gente aqui do Adanibella criou a Sexta dos Amigos.

Se você escreve e quer publicar sua poesia aqui, manda para o email adanibellapoesia@gmail.com

O nosso amigo de hoje é a Oluandeji Diá Ngola.

Liberdade Escrita

Cadernos e linhas
Palavras jogadas
De forma certa
De maneiras erradas
Linguajar chulo
Frases poéticas
Crises didáticas
Construindo letras
Que expressam sentimentos
Eu no meu canto
Sem fardos sem drama
Escrevendo fora do plano
De gente egoísta que quer
Controlar minha escrita
Minha mente
Eu tenho uma maneira de ser
E é do jeito que eu quero
Recuo avanço paro se quiser
Não vivo ameaças da conveniência
Nem tanto fel nem tanto mel
Meus pensamentos viajam
Como uma jangada à deriva
Molhada em esplendor
Quem sabe o que é
Quem se entende quem és
Respira de braços abertos
Sem dor e se abrir a revista
Vai entender que socialista
Tem mais o que dizer
Num mundo tão quadrado
Se movimenta como esfera
Energia que explode no tempo
E meu interior truculento
Sorri em momentos
Que meu coração acelera.

Categorias
Sexta dos Amigos

Sexta dos Amigos – O Sorriso

Já que sexta-feira é o dia internacional de encontrar os amigos, a gente aqui do Adanibella criou a Sexta dos Amigos.

Se você escreve e quer publicar sua poesia aqui, manda para o email adanibellapoesia@gmail.com

A nossa amiga de hoje é a Isabel Furini.

O Sorriso

Sobre a mesa:
os pratos
os talheres
os cálices
os pães
e a garrafa de vinho

nos reflexos do vinho
um antigo Anjo
cantando em um teatro
cujo nome é Destino

o santo Anjo
tem nos lábios
um sorriso
feito de pão e de vinho

um sorriso suave
sorriso de criança
e nos olhos têm duas aves
que dançam
sobre as águas
do rio de Heráclito

(silenciosamente)
as águas passam
e só fica o sorriso do Anjo
eterno
como o movimento da galáxia.

Categorias
Sexta dos Amigos

Sexta dos Amigos – Um Tanto

Já que sexta-feira é o dia internacional de encontrar os amigos, a gente aqui do Adanibella criou a Sexta dos Amigos.

Se você escreve e quer publicar sua poesia aqui, manda para o email adanibellapoesia@gmail.com

O nosso amigo de hoje é o Dim Rodrigo.

Um Tanto

E tanto quanto eu
Sinto seu amor
E o mesmo tanto eu
Sou seu amor
E penso e sinto assim
Que tenho seu amor em mim.

Categorias
Sexta dos Amigos

Sexta dos Amigos – Caixa Inquebrável

Já que sexta-feira é o dia internacional de encontrar os amigos, a gente aqui do Adanibella criou a Sexta dos Amigos.

Se você escreve e quer publicar sua poesia aqui, manda para o email adanibellapoesia@gmail.com

O nosso amigo de hoje é o Paulo DÁvila.

Caixa Inquebrável

Caixa que abre só por dentro
Viver junto
Morrer sozinho
Viver sozinho sempre
Pensando que é junto
Não existe lá fora pra quem não pode sair
Existe um mundo aqui dentro reagindo ao que pode ver
Pelas janelas dos sentidos se vive
Peças de conexão com os objetos
Sem jamais tocá-los ou realmente senti-los
Somente interpretá-los pelo que sou, não pelo que são.

Categorias
Sexta dos Amigos

Sexta dos Amigos – Sobre ti

Já que sexta-feira é o dia internacional de encontrar os amigos, a gente aqui do Adanibella criou a Sexta dos Amigos.

Se você escreve e quer publicar sua poesia aqui, manda para o email adanibellapoesia@gmail.com

O nosso amigo de hoje é o Ricardo Cunha.

Sobre Ti

És flor lítica, que bela paira pétala ao vento.
Encanta em cântico, movimentos.
Confluindo-me em amanhecidos momentos, boca, seio, sentimentos.
Teu corpo límpido provoca íntimo desejo de toque e beijo.
Tuas formas perfeitas ofuscam os velhos olhos cegos da incerta certeza.
Reverenciada é tua beleza em delicados gestos de grandeza.
Beleza esta, unicamente concebida no teu corpo de mulher.

Categorias
Sexta dos Amigos

Sexta dos Amigos – Paixão

Já que sexta-feira é o dia internacional de encontrar os amigos, a gente aqui do Adanibella criou a Sexta dos Amigos.
Se você escreve e quer publicar sua poesia aqui, manda para o email adanibellapoesia@gmail.com
O nosso amigo de hoje é o Dim Rodrigo.
PaixãoDe todos os amores que tive
O seu foi o que mais me ensinou
De todos os amores que tive
O seu foi o que mais me ajudou
De todos os amores que tive
O seu foi o que mais me fez se sentir amado
De todos os amores que tive
O seu foi o que mais me fez me sentir livre
Pois de todos todos os amores que vivi
Descobri com o seu amor
Que não era amor.