Decreto de Felicidade

À partir de hoje vou ser feliz
E vocês que se incomodam
Com a felicidade alheia
Sejam felizes também.

Tirem o pó dos sorrisos
Aliviem o peso dos corações
Aqui nada mais vai ser triste
Nem um pingo no chão.

A felicidade se encarrega
De girar a roda da engrenagem
Que devolve o que você dá.

Eu escolho dar felicidade
Dar o meu melhor sorriso no espelho
Mas cada um sabe o que faz.

Publicado por Daniela Farah

Poetisa, escritora, jornalista, observadora da sociedade, pensadora da vida e curiosa. Fiz minha primeira poesia aos oito anos e desde então nunca mais parei de escrever. Ainda criança gostava de contar histórias sobre coisas da minha vida que nunca tinham acontecido.

2 comentários em “Decreto de Felicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: