Morro de medo

A verdade é que morro de medo que você me mande mensagem e eu não saiba o que responder. Morro de medo de não saber o que fazer com você na minha vida.
Morro de medo de me entregar e você ir embora de novo.
Também morro de medo de ser feliz. Tenho medo de ficar cega de felicidade.
Acho que a verdade é essa eu tenho medo de ser feliz…

Publicado por Daniela Farah

Poetisa, escritora, jornalista, observadora da sociedade, pensadora da vida e curiosa. Fiz minha primeira poesia aos oito anos e desde então nunca mais parei de escrever. Ainda criança gostava de contar histórias sobre coisas da minha vida que nunca tinham acontecido.

8 comentários em “Morro de medo

    1. O medo quer isso mesmo, que vc fique escondida, e passa uma falsa sensação de proteção que não é real. E ao mesmo tempo não existe nada que te deixe mais forte que superar um medo. Uma coisa me chamou atenção na sua frase, a expressão “não me deixo”. Porque é exatamente isso, a gente que não se permite fazer as coisas. É como quando vc tem medo do escuro e apaga a luz. Você surta, tem vontade de correr e acender a luz, o corpo todo tremelica e parece que alguma coisa muito terrível vai sair dali… e então vc espera, cinco, dez minutos e nada. Dizem que o seu pior defeito é tbm o exato oposto da sua melhor qualidade. Se vc tem muito medo, então tbm tem muita coragem, só precisa lembrar que ela existe e encontrar dentro de vc! E eu espero que vc a encontre espero abrace a vida do jeito que vc merece!

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: