Uma História Trágica

O discurso dele era o máximo, preenchia você com um eco irracional. Não tinha explicação. Ela ainda se perguntava porque tinha acreditado naquilo tudo, mas não era uma revolta interna, era uma tristeza, uma decepção consigo mesma por ter passado tanto tempo ouvindo tanta canalhice. Não havia muita explicação, havia o silêncio e era assimContinuar lendo “Uma História Trágica”