A história de uma mulher

Acho curioso como a mulher é vista como um ser tão poderoso capaz de controlar tudo. Vou explicar melhor. Você já deve ter ouvido a frase “É culpa da mulher” . Ela é usada para muitas coisas em diferentes contextos. Recentemente eu ouvi duas coisas que me fizeram pensar sobre isso. Uma delas foi numa conversa com um amigo que se revoltava com o fato de que as mulheres tem de manter uma certa “perfeição” o tempo todo. Em relação ao próprio corpo, ao companheiro, às amigas, à sociedade em geral. Concordo com sua revolta porque toda mulher vez ou outra tem que juntar um amontoado de coragem para quebrar regras em nome da felicidade.

Em uma outra conversa sobre uma amiga que foi traída pelo marido e resolveu terminar o relacionamento. Ouvi: “a culpa é dela que não soube segurar o marido”. Está claro aqui o machismo, e não vou falar dele especificamente, mas quando o meu amigo pergunta “de onde as mulheres tiram a necessidade da perfeição”? É disso! São comentários assim uma vida inteira. Não soube segurar o companheiro porque não sabe cozinhar. Não soube segurar o companheiro porque não era boa de cama. Não soube segurar o companheiro porque trabalhava. Não soube segurar o companheiro porque não era bonita o suficiente. Não soube segurar o companheiro porque não … (sinta-se a vontade para completar!).

Mas veja o modelo acima. Olhe bem para ele. Ele me lembra uma história que ouvi na faculdade sobre as donas de casa dos anos 50. A necessidade das mulheres serem perfeitas era tão grande que os cientistas da época estudaram uma droga que as faria ter energia para limpar a casa, cozinhar, cuidar das crianças e ainda transar com o marido quantas vezes ele quisesse. Ah, claro, ela tinha que estar sempre bonita!

(Penso que deve ser por isso que vemos nos filmes comidas assadas. Aí ela coloca no forno e nesse meio tempo vai se arrumar.)

Então, sim, a pressão em cima das mulheres é grande. E, sim, é como se ela fosse responsável por tudo, quase como se fosse uma deusa (uma louca, uma feiticeira).

Eu acho bonito quando um homem realmente valoriza a mulher que tem, que sabe o duro que ela dá pra dar conta de tudo que a sociedade colocou pra ela.

Publicado por Daniela Farah

Poetisa, escritora, jornalista, observadora da sociedade, pensadora da vida e curiosa. Fiz minha primeira poesia aos oito anos e desde então nunca mais parei de escrever. Ainda criança gostava de contar histórias sobre coisas da minha vida que nunca tinham acontecido.

14 comentários em “A história de uma mulher

  1. Dani, nós somos “culpadas” até pelo fim do Paraíso, afinal foi a Eva que deu a maçã para o Adão comer. Tudo bem que o Adão comeu a maçã porque quis, mas vai explicar isso para esse povo…

    Curtido por 1 pessoa

      1. Hahaha… muita coisa vem da sociedade… mas a gente tem que lembrar sempre que nós somos a “sociedade”… e temos sempre o dia de hoje pra mudar! Se pudermos contar com um homem inteligente como vc, estamos super no lucro! Beeijooo!

        Curtido por 1 pessoa

  2. Nossa essa da traição é terrível. Se o homem trai, a culpa é da mulher. Se a mulher trai, a culpa é dela também.
    A cultura brasileira reinforça isso o tempo inteiro.
    Tipo, tem um caso aqui na família que um moço casou com uma mulher louca. Louca mesmo( abusiva, possessiva,narcisista) isso aí não é exagero. Ele não aguentou mais viver com ela( depois de 19 anos de abuso) e pediu divórcio.Se separam em janeiro. Nesse mês conheceu ” um passarinho”.
    Só que…. o divórcio ainda não foi finalizado e ele já está de tititi com outra pessoa( conhecendo-a melhor). Agora vai uma mulher fazer isso e dizem : como uma mulher doida pode se divorciar de um homem doido , possessivo, que abusava dela e já está conhecendo outra pessoa? Você sabe que essa mulher seria queimada em praça pública, né?
    Gostei muito do seu texto. Você me autoriza a compartilhá-lo no quadro Top Top do mês de julho?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: