Reino das Incertezas

Eu não sou um bis que você guarda no bolso para comer depois. Quando você piscar eu já nem vou mais estar ali. E quando eu for embora vai ser para nunca mais voltar. Porque a gente não anda para trás. Vamos sempre para a frente. A vida não espera. Ela continua e continua e continua. Até que um dia para. Por isso, não se pode parar. Nem guardar para depois. O amanhã é o rei das incertezas. Mas a gente esquece, finge que não sabe. E ele vem como a onda e leva tudo embora.

Publicado por Daniela Farah

Poetisa, escritora, jornalista, observadora da sociedade, pensadora da vida e curiosa. Fiz minha primeira poesia aos oito anos e desde então nunca mais parei de escrever. Ainda criança gostava de contar histórias sobre coisas da minha vida que nunca tinham acontecido.

6 comentários em “Reino das Incertezas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: