Categorias
Poesia

Cântico do Amor Romântico (ou Dia dos Namorados)

Lua cheia ilumina as planícies e a relva
Entre as terras e paisagens urbanas
Que o amor transpassa as origens
Transmuta todas as as produções hollywoodianas
e aparece aqui, assim, em você.
Posto que as ilusões que eu tinha
Dissiparam-se a contento
que me contento com você aqui
Não por ser menos, por que jamais seria
Pela simplicidade de seus olhos.
Ainda que me ponho a descrever-te
porque a sua presença é tão singela
que se torna única, como a lua
em uma escuridão de céu
Que reluz toda a sua imponência.
Posto que há sentido quando
vejo seus olhos,
sorrio seu sorriso,

Lua cheia ilumina as planícies e a relva
Entre as terras e paisagens urbanas
Que o amor transpassa as origens
Transmuta todas as as produções hollywoodianas
e aparece aqui, assim, em você.

Posto que as ilusões que eu tinha
Dissiparam-se a contento
que me contento com você aqui
Não por ser menos, por que jamais seria
Pela simplicidade de seus olhos.

Ainda que me ponho a descrever-te
porque a sua presença é tão singela
que se torna única, como a lua
em uma escuridão de céu
Que reluz toda a sua imponência.

Posto que há sentido quando
vejo seus olhos,
sorrio seu sorriso,
abraço o seu abraço,
beijo seu gosto,
odeio seu mal humor.

Não que não houvesse vida sem ti
Porque, sim, infelizmente há
Mas a vida que construo contigo
com as felicidades e as tristezas,
é o que escolho todos os dias
quando volto para casa e vejo você.

[Que é o amor senão isso?]

Por Daniela Farah

Poetisa, escritora, jornalista, observadora da sociedade, pensadora da vida e curiosa. Fiz minha primeira poesia aos oito anos e desde então nunca mais parei de escrever. Ainda criança gostava de contar histórias sobre coisas da minha vida que nunca tinham acontecido.

12 respostas em “Cântico do Amor Romântico (ou Dia dos Namorados)”

Aplausos para a Dani. Gosto principalmente de “Não que não houvesse vida sem ti
Porque, sim, infelizmente há. Mas a vida que construo contigo com as felicidades e as tristezas, é o que escolho todos os dias quando volto para casa e vejo você.” Beijão

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s