Escrevo-te

Escrevo-te agora.
Poemas inutilizados,
Poemas minados,
E muito mal-educados!

Escrevo-te agora.
Ditos de toda a gente,
Ritos sobre serpentes,
Vistos de seus parentes.

Escrevo-te agora.
O que nada tenho dito,
O que nunca vou dizer,
E muito menos escrito.

Escrevo-te agora.

[Mas não te escrevo mais.]

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

    1. Daniela Farah disse:

      Obrigada! Fico feliz que tenha gostado! :)

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s