Ser de Gêmeos

Coisa distinta, faz que dá na telha
Um dia, não sei de casa sem o azul
No outro, a cor preferida é a vermelha.

Que coisa, geminiano, aqui pula e sapateia
Lá por nada no mundo se levanta
Tal qual papoulas gigantes se semeia
E quando colhe, já é outra nova planta.

Que faço eu com você, geminiano?
Suas lindas palavras me consolam
Como damas da noite dançam
Enquanto vejo seu ar de frieza no canto.

Publicidade

2 comentários em “Ser de Gêmeos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: