Resolvi sair pra te esquecer

Resolvi sair pra te esquecer. Linda. Com um vestido que acentua meu corpo de mulher. Só queria mostrar o corpo mesmo, a alma eu sempre deixo pra quem vale a pena. Queria rir e me divertir. No dia que eu mais rio e me divirto da semana. Mas queria beijar na boca porque veja, na minha ilusão beijar outro na boca tiraria você de mim.
E então depois de umas cervejas e muitas risadas alguém me chamou a atenção. Ele estava no canto, com um colete verde (que eu particularmente achei ridículo) mas alguma coisa nos olhos dele me lembrava você.
E aí eu quis. Mas como o destino tem sido cruel comigo nesses últimos dias, ele já estava com alguém. Uma loira alta e linda.
Pedi um cigarro e fiz um moreno lindo atravessar o bar só para acendê-lo. Só fiz porque eu podia. Esse é meu lado ruim, faço isso às vezes. Mas ele não era você, e nada nele me lembrava você. Então fumei meu cigarro e fui embora.
Liguei o carro e comecei a chorar. Que merda! Não existe amor. Isso é doença, que faz você pensar o tempo inteiro e desejar todas as coisas que você não tem. E gritava aos pulmões plenos pedindo a Deus pra tirar você daqui.
Chorei até dormir.

Publicado por Daniela Farah

Poetisa, escritora, jornalista, observadora da sociedade, pensadora da vida e curiosa. Fiz minha primeira poesia aos oito anos e desde então nunca mais parei de escrever. Ainda criança gostava de contar histórias sobre coisas da minha vida que nunca tinham acontecido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: