Tudo que eu calei

Todas as coisas que eu te disse
e todas as que eu calei
agora não importam mais
cada um seguiu um caminho
e mais diferente impossível.

Eu queria voltar por um momento
E te beijar mais uma vez
Olhar nos seus olhos
Ouvir o som do seu sorriso
Queria te irritar por mais um dia
e fazer você socar todas as paredes
Tudo isso porque eu amo você.

Mas agora nada mais faz diferença
Nos seguimos em frente sem olhar
nem um minuto para trás
E agora assumimos as consequências
Pagamos o preço sem levar o produto.

E agora somos mais dois infelizes
a nadar nesse rio sem saída
E agora é tarde demais para voltar
e mergulhar
Como devíamos ter feito.

É tarde demais
Eu me pergunto se um dia vai chegar a hora
em que vamos deixar de lado
todas as outras coisas
todo o orgulho
toda a tristeza.

Eu me pergunto se um dia vamos
acreditar no amor.

Publicado por Daniela Farah

Poetisa, escritora, jornalista, observadora da sociedade, pensadora da vida e curiosa. Fiz minha primeira poesia aos oito anos e desde então nunca mais parei de escrever. Ainda criança gostava de contar histórias sobre coisas da minha vida que nunca tinham acontecido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: