As Crianças

Era domingo de manhã e eu resolvi dar uma pedalada no parque. O dia estava ensolarado e eu adoro dias assim. O verde contrasta com o azul do céu e tudo fica iluminado. Resolvi parar para ler um livro. E enquanto eu estava admirando esse cenário maravilhoso, notei que algumas crianças estavam brincando bem próximas a mim. Um menino corria atrás de uma menina, eram pequenos, mas não me pergunte a idade, sou péssima com isso. À primeira vista era tudo inocente mesmo. Tinha uma outra menina, um pouco mais velha que estava sentada. Voltei meus olhos para o meu livro. Um senhor que estava próximo comentou:

– Essas crianças são terríveis, você não acha?

Olhei surpresa. Primeiro pensamento: sim, ele estava falando comigo. Segundo pensamento: eu te conheço? Terceiro pensamento: o senhor nasceu adulto? Mas apenas me dignei a responder que não tinha achado isso não.

– A meu ver eles são só crianças!

Ele continuou a conversa, tentando me convencer de que as coisas que eles estavam fazendo eram fora do normal. Resolvi analisar a cena: o menino estava jogando terra e grama na menina que corria e gritava. Eu olhava para o senhor e novamente para as crianças, fiz isso repetidas vezes na tentativa de entender se nós dois estávamos realmente olhando para a mesma cena. Senti uma tristeza enorme. Quando foi que ser criança deixou de ser normal?

Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. Aline Felix disse:

    Parece até que você descreveu meu avô rs. Pode ser que seja ele!

    Não entendo esse pensamento que, geralmente vem de idosos, e na maioria das vezes homens!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Daniela Farah disse:

      Hahahaha! Que legal Aline! :) Sim, pior que tem bastante gente com esse pensamento…

      Curtido por 1 pessoa

  2. Adorei!!! Merece um reblog :)

    Infelizmente, muitas pessoas pensam como esse senhor. Que nasceram adultas, ou foram tão escravizadas que se esqueceram de como é muito BOM ser criança!!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Daniela Farah disse:

      Poxa! Obrigada!!! <3 Siimmm… Exatamente! Por nunca deixar a nossa criança interna morrer!! :)

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s