A Sua

00:40
Está tarde, eu sei.
E você não gosta muito de poesia
Mas li e lembrei
Do seu sorriso
Da sua boca
E da minha.
Parece estranha
E desencontrada a nossa linguagem
Te escrevo versos de amor
E você diz que eu só falo de sacanagem.
Tudo bem, está tarde.
Não vou discutir,
Pra te provar que é sincero
Meu amor
Queria estar ai, deitar do seu lado
E só dormir.

Publicado por Daniela Farah

Poetisa, escritora, jornalista, observadora da sociedade, pensadora da vida e curiosa. Fiz minha primeira poesia aos oito anos e desde então nunca mais parei de escrever. Ainda criança gostava de contar histórias sobre coisas da minha vida que nunca tinham acontecido.

3 comentários em “A Sua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: