O Beijo

O rigor do inverno nos lábios
é a distância suave do beijo
apertos de mão e um abraço
cabelos que roçam o queixo.

Minha dúvida eu mesma traço
se sabes que corro só, em vão
se a cada sinal de sua mão
eu me sinto presa num laço.

Fato, há poucas coisas no mundo
que valem o significado
digo isso à minha parte oca.

Não há nada trágico na vida
que não se cure intensamente
com um simples beijo na boca.

Publicado por Daniela Farah

Daniela Farah é curitibana de coração, jornalista formada pela PUC-PR e sempre esteve ligada às artes, estudou produção cênica, língua portuguesa, literatura e violão no Conservatório de MPB do Paraná. Tem o blog “Adanibella – Todo dia é dia de Poesia” para trabalhos literários, é redatora da Roadie Music e participa do grupo Mulheres e Poesias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: