Sobre amar

Queria ter te conhecido
quando teus lábios
e teus olhos
eram inocentes.
E não agora que tem
o corpo todo marcado
por outros toques.
Quando tuas mãos
já aprenderam a conduzir
os gestos da vida
e a sonoridade do teu corpo
e alma ritmada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s