Compaixão

Só, no meio de tanta gente
como consegue ser solitário
e carente
assim, no meio de tanta gente?
Não entendo, meu amor, não entendo
não entendo seus olhos claros
baixos e tristes, perdidos
num mar de deserto sem fim
faz-me amar-te solitariamente
faz-me querer fazer parte
da tua solidão
Se pudesse, pegava-a para mim
Assim veria o brilho de seus olhos
sorrateiramente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s